quinta-feira, 26 de março de 2009

Momentos Bobísticos...



"- Oi, meu nome é Tadeu. Fiz minha última quimioterapia semana passada. Fazem quase 48 horas que não faço algo 'bobo'..."

Pois é meus caros leitores, assim começo um post um tanto quanto comprometedor. Quem me conhece mais afundo sabe que sou um pouco (muito) desligado, contarei um dos casos.

(Preparem-se...eheheh)

Um belo dia, eu e minha querida Bruna estavamos em nossas rotinas de consultas e exames de sangue. Tem um ambulante que vende balas e chicletes a R$0,50 (normalmente halls e trident), daí pensei... "ahh...vo fazer exame de sangue pra ver como tá tudo, mas to com uma vontade de algo doce, comprarei-e-e uma balinha para adoçar esse momento da picadinha tão chata..."
Peço para pararmos no ambulante que fica logo na esquina do hospital mesmo...e comprarmos o bendito halls, salvador de paladares...escolho o de cereja pra mudar um pouco o sabor do extra-forte de costume, a Bruna me lembra que minha imunidade estava baixa, e que o exame era pra ser em jejum e tals... (NOTA RAPIDA:quando minha imunidade caia eu colocava a máscara)
Nessa hora já era tarde, eu já tinha tirado a deliciosa balinha rosa do papel, e ela cai rapidamente ao bater no tecido da máscara...

Moral da história: Quando for comer balas e/ou chicletes, e estiver com a imunidade baixa, além da embalagem, não se esqueça da máscara...

Foto: By Bruna Souza

Abraços...

6 comentários:

. Bruna . disse...

HAUhauHAUahuHAuAHuahaUA

foi tão engraçado esse dia, tadinho, deu uma dó de você, fez uma carinha tão triste depois que a bala pulou...

que judiera foi, mas me rendeu boas risadas.


esse: 'momentos bobísticos' me é familiar, ham...

tudo bem, eu deixou você usar...




te amo muito cão preto, pra sempre!
=* beijo na careca pelada.

disse...

Hhahahahaha..!tadinho mesmo..
outro dia me peguei passando as folhas de uma revista,e fui dar aquela ambidinha no dedo...acabei lambendo a máscara!

perípécias...

(:

Cristine disse...

Deve ter sido engraçado mesmo... E nessas horas não tem como a gente desfarçar a frustração!

Eu não consigo me esquecer da máscara quando a uso, pois respirar com ela é um sufoco (literalmente). Ainda bem que não preciso usá-la direto, só quando vou a certos lugares muito cheios...

Beijo!

Renata (impermeável a) disse...

nunca coloquei a máscara.....

Mas, as fotos estão muito engraçadas!

me chamam de lari disse...

OI linfomaníaco,

Sou Larissa, 21, tive linfoma de hodgkin estadio IV, fiz 12 QTs, transplante de medula e radio, agora tô fazendo revisão. Passei por situações muito engraçadas tb por causa da tal máscara que usei durante tanto tempo, odiava, mas depois percebi que era bem pior sem ela, enfim, li tb sua postagem sobre as dores nas costas por causa da bendita granulokine. eu tomei a tal durante todo o tratamento, as vezes dez, seguidas, uma por dia é claro. Mas antes do transplante cheguei a tomar 14 em 7 dias, foi pra torar. Aí eu senti dor, nas pernas, braços, coluna (eu já tinha lá os meus traumas), e meu médico passou tylenol mesmo, aliviou um pouco mas o melhor remédio mesmo era dormir. durma muito mesmo. sono de qualidade, digo por experência própria.
Eu espero de todo coração que vc aproveite seus dias ao máximo, viva tudo de bom e de ruim que esse tratamento faz. Afinal, nada acontece por acaso não é?

um abraço mesmo que de longe
inté

espremendolimao.blogspot.com

Sara disse...

Que bonitinha a boquinha desenhada na máscara ... Adorei ... Quanta criatividade ... Você é o cara !!!

Abração
Sara (Abrale)